Trabalhe com Vendas de Veículos Seminovos e 0KM
Trabalhe com Vendas de Veículos Seminovos e 0KM

Como abrir seu Próprio Negócio!

Investir em seu próprio negócio não é uma tarefa simples, você tem que saber onde e como aplicar seu capital, trabalhar bastante pelo investimento para, com uma boa expectativa ter o capital de volta em alguns anos e começar a colher lucros.  É um árduo caminho no mercado competitivo do Brasil.

Por isso você deve buscar meios que vão te trazer alguma segurança e garantia de sucesso e abrir uma franquia é uma maneira de você “pegar carona” com marcas e empresas, muitas vezes bem consolidadas no mercado, com seu espaço e público definidos e o que é melhor, uma vasta cadeia de informações baseadas em experiências sustenta a rede de relacionamentos entre as franquias e as franqueadores.

Essa modalidade de negócio se torna uma das mais seguras porque as franquias dão todo suporte que os franqueados possam precisar para manter um constante crescimento para ambos os lados, esse apoio, que vai desde a hora de planejar o ponto até a entrega do produto final para o cliente, é fundamental para manter um padrão que vai facilitar a vida de qualquer empresário.

Se você quer saber como abrir uma franquia, continue lendo e verá que, apesar de ser um mercado bem extenso, esse de franchising (franquia em inglês), não é difícil escolher por onde começar a triplicar seu orçamento e crescer cada vez mais.

Como escolher o nicho?

duvida_nicho

duvida_nicho

Primeiramente, o que é um nicho? Você vai ver bastante esse termo daqui para frente, então é bom saber que nicho é nada mais que um segmento de mercado que já tenha seu público alvo, bem definido ou não, mas que já existam necessidades para serem satisfeitas de alguma forma.

Escolher o nicho é um dos pontos mais importantes, e acertar nessa questão é fazer uma base sólida para seu negócio, imagine abrir um restaurante vegetariano em uma cidade onde todas as pessoas comem carne, não iria muito longe, concorda? Então nunca é muito debruçar-se bastante sobre a escolha do nicho antes de qualquer coisa, mas como você pode começar?

A primeira coisa a se fazer é uma lista com as principais necessidades, principalmente se elas são pouco ou não são atendidas em sua região. Com essa lista em mãos você vai estudar as franquias disponíveis entre as principais necessidades e por fim escolher dentre essas as que melhor se encaixam em seu orçamento.

Claro que algumas franquias, menores e menos conhecidas que outras, podem estar atuando em um nicho que não tenha muita expectativa de crescimento e retorno, mas pode ter certeza que as maiores empresas não dão passos em falso. Você deve contar com uma pitada de empreendedorismo criativo para prever uma necessidade em sua cidade de atuação, isso te colocará na frente dos concorrentes e isso dá uma boa vantagem no orçamento final.

Quanto custa uma franquia?

cifrao

cifrao

Como já disse no começo do texto, franchising é uma relação estabelecida entre a franquia e o franqueado onde ambos crescem juntos e um faz pelo outro. Então vocês serão uma espécie de parceiros, enquanto você, como franqueado  tem custos para abrir e manter o negócio, a outra parte, a franquia tem o compromisso de dar total suporte para manter o crescimento de sua rede.

Cada empresa tem sua tabela de custos, algumas cobram royalties, outras não, a maioria delas cobram algumas taxas, como taxa de franquia. Então no exato momento que você escolhe com qual franquia vai trabalhar, já existe alguns custos que você deve levar em consideração.

O total do investimento varia muito de acordo com o tamanho da estrutura que você pretende montar, ou da marca que você estará usando, ou seja, da empresa que você tiver escolhido. Mas isso não quer dizer que quanto maior a marca, mais cara será a franquia, isso não é regra. Os custos, principalmente com taxas como a taxa de franquia, das maiores como Mc Donalds, estão entre a média de preços.

O que é a COF?

pergunta

pergunta

A COF (Circular de Ofertas de Franquias) é o documento que vai te dar a garantia de que a empresa franqueadora vai agir com a maior clareza para contigo. A Lei 8.955/94 destaca todas as informações que devem conter a COF e ainda dá dez dias para você analisa-la sem que você corra o risco de perder o negócio.

Nele há todas as informações que você precisará para avaliar sobre a empresa como idoneidade fiscal, nomes, endereços e contatos da empresa e de todos os franqueados, custos e expectativas para retorno do investimento, sobre o padrão de qualidade do produto ou sobre a situação da marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI).

Também consta no COF os deveres e obrigações que você estará assumindo para com a marca, ou sobre como deverá ser o perfil do franqueado. Também há na Circular normas de condutas e morais que o empreendedor deverá assumir para firmar uma boa relação com a empresa franqueadora.

Cuidados ao avaliar uma franquia para investir

avaliar

avaliar

Qualquer tipo de investimento demanda cuidados de sua parte para que seu dinheiro não seja desperdiçado ou mal aplicado e mesmo que a franquia traga uma certa segurança por contar com a experiência e controle de qualidade da marca, é preciso que se tome alguns cuidados ao abrir uma franquia.

Um deles é a escolha do nicho, não adianta você tentar vender um produto, por melhor ou mais competitivo que seja, em um mercado que não há espaço para ele. Então o planejamento nesse ponto se torna vital para seu negócio dar certo. Pedir ajuda para especialistas ou contratar algum tipo de consultoria nesse sentido não é exagero, pelo contrário, vai aumentar ainda mais a garantia de sucesso.

Outro ponto que você deve levar em consideração é a abrangência do suporte que a franqueadora oferece, se cobre os planejamentos iniciais e finais, se a campanha de marketing é padronizada para melhor atrair o público (geralmente as maiores marcas tem suas campanhas vetadas e oferecem mesmo as mídias para garantir essa padronização).

Você deve perceber também se a empresa franqueadora oferece treinamento de pessoa e em quais áreas, as melhores parceiras oferecem treinamentos que vão desde os atendentes diretos até você e seus sócios. Também é comum que, ao abrir uma franquia você tenha todo o material necessário para administrar a empresa, que vão desde softwares de controle até planilhas de planejamento.

Você tem um Plano de Negócios?

Plano-de-Negócios

Plano-de-Negócios

Como foi dito, é muito importante que haja planejamento e isso se aplica a tudo o que você for fazer, principalmente ao investir altas quantias de seu capital suado. Por isso uma boa maneira de começar com o pé-direito é contratar esse serviço de um profissional.

É um custo a mais que vale muito para que você não comece errado. O profissional, pode ser um consultor de negócios, irá redigir um documento informando a você se aquele empreendimento tem boas ou más expectativas no mercado que irá atuar, contendo dados como prazo para retorno do capital, melhor área da cidade para abrir a loja, e muitos outros.

Não é aconselhável investir em um nicho “às escuras”, por isso mesmo o Plano de Negócios é muito importante ao abrir uma franquia, tanto que as franqueadoras trazem no COF seu próprio planejamento.

Viu como, no final das contas, não é tão complicado abrir uma franquia? Se você agir com calma, assegurando-se de profissionais, tanto para o planejamento quanto com os próprios consultores que a franqueadora oferece, não terá muitas chances de investir errado.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!