Como conseguir Financiamento para uma Franquia

Como conseguir Financiamento para uma Franquia



Como conseguir Financiamento para uma Franquia

Você faz ideias de como conseguir financiamento para uma franquia? Esse é o problema de muitos empreendedores que desejam iniciar seu negócio próprio no segmento do franchising mas não possuem o capital para a empreitada.

Depois de analisar o mercado, decidir o quanto será necessário para iniciar o negócio e definir qual será a franquia em você vai investir, vem o maior desafio. Como conseguir financiamento para uma franquia e qual o processo de negociação para levantar este capital.

Como conseguir financiamento para uma franquia

Segundo informações da Associação Brasileira de Franchising – ABF, as oportunidades de financiamento para abertura de franquias no Brasil se ampliaram. Atualmente é possível pedir uma linha de crédito tanto em instituições financeiras públicas como também privadas, mas é necessário como em qualquer outra transação bancária, muito cuidado no momento de contratação da operação de crédito.

Levantando financiamento para abrir uma franquia

Se você não possui todo o montante necessário para a abertura, tente primeiro financiar com o seu franqueador. Algumas marcas têm recursos destinados para financiar novas unidades, principalmente a taxa de franquia.

Caso seu franqueador não ofereça esta opção, é recomendável que você tente obter o capital de giro com algum membro da família ou amigo. Os juros serão consideravelmente mais baixos que nas instituições financeiras e as garantias podem ser mais bem negociadas.

Se esta possibilidade também não existir, você pode aproveitar as diversas linhas de crédito oferecidas por instituições públicas e privadas no Brasil.

Aonde e como conseguir financiamento para uma franquia

O Empreendedores Web fez um levantamento e lista aqui nove opções para quem deseja iniciar seu negócio e ainda não sabe como conseguir financiamento para uma franquia.

Banco do Brasil – BB Franquia

O Banco do Brasil possui um programa de financiamento especialmente voltado para franquias, o Proteger Urbano Empresarial, para quem deseja instalar ou modernizar uma franquia, pagando em até 72 vezes, o BB Giro Empresa Flex, que fornece capital de giro com prazo de até 36 meses para pagar, afiliação a Cielo, dentre outros produtos, além de ser possível financiar a Taxa de Franquia.

Para participar destes programas o franqueador precisa ser conveniado ao BB Franquia, caso contrário o franqueado não poderá lançar mão destes recursos.

BNDES

O BNDES lançou uma linha de crédito que, segundo a empresa, possui melhores condições de taxas e prazos do mercado para quem precisa conseguir financiamento para uma franquia. A diferença é que no caso do BNDES quem deve pedir o financiamento é a franqueadora e não o franqueador.

Os valores, juros e prazos irão variar de acordo com a rede, e os pedidos podem ser feitos em bancos credenciados ao BNDES ou através de carta.

Caixa Econômica – Programa CEF Franquia

O programa de financiamento da Caixa Econômica destinado ao franchising oferece recursos para capital de giro, antecipação de receitas, financiamentos para investimentos, convênios, seguros e previdência. A partir da análise e aprovação do plano de negócios, elaborado em conjunto com a franqueadora, é possível obter financiamento para o investimento fixo e capital de giro associado necessário à implementação de sua unidade.

O valor máximo disponível para financiamento é de R$ 400 mil e o percentual máximo financiável pode variar de 30% a 60%, de acordo com a rede de franquia escolhida. A Taxa de Juros é de 5% mais a TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo). Atualmente, esta taxa está mantida em 5%.

Programa Desenvolve SP

Já se você é de São Paulo, o programa Desenvolve SP, do Governo do Estado de São Paulo, oferece dois planos, para Ampliação e Modernização, com prazo de até 60 meses, e também para Abertura, com até 36 meses. A taxa é de 0,57% ao mês, e permite financiar até 70% do valor dos itens financiáveis.

No site, é possível simular um financiamento na hora em uma ferramenta online.

Banco do Nordeste

O Banco do Nordeste oferece créditos para franqueadores e franqueados que atuam em todo o Nordeste, Norte de Minas Gerais e Espírito Santo. A Instituição permite financiar todas etapas do negócio, desde a implementação da empresa, taxa de franquia até os insumos.

Bradesco

O Banco Bradesco oferece praticamente todos os serviços de pessoas jurídicas para os interessados no segmento de franquias, como crédito para montagem da loja, aquisição de bens, modernização e expansão dos negócios, pagamentos, gestão de caixa, além de seguros, consórcios, cartões de crédito, dentre outras soluções.

Banco HSBC

O HSBC se orgulha de ser o primeiro branco privado no Brasil a oferecer uma política de financiamento exclusiva para franquias. O banco oferece linha de crédito específica para expansão da rede e prazo de até 42 meses para o pagamento, financiamento de até 60% do valor do projeto e libera o dinheiro diretamente na conta corrente do franqueado.

A maioria das soluções do HSBC Empresas também está disponíveis aos empresários do setor de franquias.

Banco Itaú

Com o Itaú, você pode financiar até 50% do investimento total, mas deve dar como garantia os recebíveis do negócio ou o próprio patrimônio. Além de empréstimos para a aquisição de franquias, equipamentos, estoque e fluxo de caixa, o banco oferece linhas de repasse do BNDES, que podem ser usadas tanto na instalação da nova unidade quanto para modernização, e o Compor Franquias, que ajuda a financiar os royalties ou produtos.

As taxas de juros variam conforme o relacionamento do cliente com o banco e as garantias oferecidas.

Banco Santander

O Santander também oferece créditos, e promete benefícios como, acesso a produtos financeiros com condições especiais, taxas diferenciadas e exclusivas para a maquininha de cartões, porém não fornece taxas e condições, se reservando a avaliar o crédito sob medida, prometendo redução de custos através de descontos negociados.

O Banco também oferece empréstimos apenas a franquias que são suas parceiras.

Como você vê, se a sua dúvida era como conseguir financiamento para uma franquia, os caminhos estão ai. Portando, é apenas uma questão de decidir que franquia escolher e colocar a mão na massa.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!
Coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa

Coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa



As coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa

Não instale o home office no quarto de dormir

Escritório é uma coisa e quarto é outra completamente diferente. Uma das coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa é a tentação de estabelecer o seu home office no seu quarto, principalmente se você mora em uma apartamento pequeno.

Um dos principais segredos para ter sucesso trabalhando em um escritório em casa é justamente separar as coisas e buscar concentração, e o seu quarto de dormir não é o ambiente ideal para conseguir essa dissociação.

Coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa

Defina o espaço do seu escritório

Uma das coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa é deixar que o escritório tome conta de todos os ambientes. É preciso definir limites para que a casa não seja tomada pela papelada do trabalho.

Quando o negócio começa a crescer é natural que você precise de mais espaço para guardar documentos e outros itens do dia a dia do seu trabalho, por isso escolha um lugar para guardar isso tudo e não deixe a casa ser tomada pela papelada. Pense nesta questão na hora de montar seu home office.

Seu home office é seu templo de trabalho

Faça com que todos em sua casa saibam disso. Uma das principais coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa é deixar que seu escritório em casa se transforme em um centro de convivência familiar, um outro ponto de encontro da família em casa.

Não estamos dizendo para se isolar completamente da sua família durante o horário de trabalho, afinal, uma das vantagens de trabalhar em casa é justamente ter um contato familiar mais intenso, mas é preciso estabelecer limites, caso contrário, a coisa não funciona.

Filhos precisam ter seu espaço próprio

Uma das coisas a serem evitadas ao trabalhar em casa é a ilusão de que se pode ser profissional e pai ou mãe ao mesmo. Isso não funciona e a bem da verdade, você não vai conseguir fazer nem uma coisa nem outra direito.

Filhos brincando em seu escritório dispersam e tiram o seu foco. Estabeleça limites e horários para o convívio familiar. Uma boa dica é começar esse trabalho explicando a situação para eles, que na verdade serão seus maiores colaboradores neste desafio.

Separa muito bem o Home do Office

Não é pelo fato de você trabalhar em casa que você é alguém disponível o tempo todo.Não permita que afazeres domésticos interfiram em sua rotina de trabalho, tirando sua atenção e concentração.

Trocar uma lâmpada ou lavar a louça do jantar da noite anterior são tarefas que devem ser efetuadas durante o horário do Home e não no expediente do Office.

Não improvise em seus equipamentos

Um dos principais erros de quem resolve trabalhar em casa é o improviso com seu equipamento de trabalho. Tentar aproveitar“o que já tem lá em casa” para montar um negócio próprio, nem sempre é a melhor opção ou a forma mais econômica.

Se você for trabalhar em casa esteja certo de contar com um equipamento apropriado para não ter que interromper seu trabalho a todo momento por problemas operacionais. Mesmo quem resolveu ganhar uma renda extra na Internet, precisa ter um computador em boas condições de trabalho.

Defina seus dias e horários de trabalho

Um erro muito comum entre pessoas que trabalham em casa é não definir horários e dias para executar sua função. Isso além de prejudicar sua vida pessoal acaba eliminando uma das grandes vantagens do trabalho em casa que é o ganho em qualidade de vida.

Defina muito bem a hora de começar seu trabalho, mas defina melhora ainda a hora de parar. Defina muito bem também os dias de trabalho caso contrário, finais de semana e feriados serão simplesmente apagados do seu mapa.

Defina suas pausas de trabalho

Um dos erros de quem trabalha em um home office é transformar o escritório em lanchonete ou restaurante. Essa é outra atitude que deve ser evitada, pois além de tirar o foco e profissionalismo, pode acabar transformando você em uma bola em pouco tempo.

Defina horários de pausa para se alimentar. Crie rotinas que se encaixem nestes horários. Dessa forma você não quebrará seu ritmo de trabalho e terá oportunidade de manter sua rotina alimentar disciplinada.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!
Escritório em Casa – Vantagens e Desafios

Escritório em Casa – Vantagens e Desafios



Escritório em Casa – Vantagens e Desafios

Nós escutamos muitas histórias sobre escritório em casa. Vou lhe contar a minha experiência. Durante 15 anos trabalhei em diversos bairros, com as mais diferentes distâncias.

Tumulto, metrô, trânsito caótico, carro, trens e cansaço fazem parte da vida de muita gente que trabalha nas grandes metrópoles.

Por muitas vezes vi pontos favoráveis, mas num balanço final o desiquilíbrio para uma mistura desfavorável pesava muito mais.

Meu desejo sempre foi trabalhar o mais próximo possível, e me aproximei desse objetivo trabalhando na minha própria cidade.

Escritório em Casa – Vantagens e Desafios

Foram poucos os projetos que me levavam a lugares diferentes e apenas um deles teve a necessidade de pegar condução. Era um bairro bem próximo, dava para ir a pé. Até que, a dois anos atrás, cheguei no meu posto: meu escritório em casa. Uma experiência bem sucedida.

No texto abaixo vou descrever algumas dicas úteis das minhas observações práticas para quem quer trabalhar em casa. Vou contar com algumas dicas de Leigh Buchanan, editora da revista Inc.:

Montei minha estação de trabalho em uma sala a parte já que eu costumo receber parceiros, fornecedores e clientes. Optei por um home office na entrada. A porta que dá acesso ao restante da casa fica fechada. Minhas primeiras observações são sobre linguagem e vestimenta. Costumo falar que “meu escritório é na minha casa”.

É claro que ainda há a necessidade de uns ajustes, um detalhe ou outro, mas já obtive muitos avanços desde o começo. Hoje, quando entro em minha sala e relembro como era antigamente, sinto um misto de gratidão e motivação. Acaba sempre me contagiando a seguir.

Minha rotina é combinada com o horário comercial do mercado, e minha maior vantagem é, sem dúvidas, um enorme ganho de tempo que se transforma em produtividade. Faço minha caminhada matinal e em minutos já estou no meu trabalho.

Um detalhe que deve ser observado é a disciplina. Se você estabelece um horário tem que cumprir. Ter disciplina no home office é um fator fundamental para quem mantém um escritório em casa. Não tem para onde fugir, temos que manter as regras.

É claro que conseguimos abrir exceção para atender um cliente num horário alternativo, até mesmo como um atendimento diferenciado, desde que esteja na programação. Minha meta constante é um equilíbrio, pois tenho outras atividades que fazem parte de minha vida. Por exemplo, até com o telefone já me disciplinei.

Postura profissional no escritório em casa

Trabalhar em um escritório em caso exige muita disciplina e postura profissional para não perder o foco e gerar resultados

Leigh cita que é necessário manter uma postura profissional para que você não entre na “lista de amigos e parentes como aquela pessoa que pode pegar meu filho na escola ou outros compromissos”. E isso faz muito sentido. As pessoas confundem mesmo e acabam pensando que por você estar em casa, você tem tempo para “dar aquela mãozinha”.

Um ponto bem relevante citado no post é a sua comunicação com o externo. O modo como você se porta, fala sobre seu trabalho e se veste, mostra bem a sua essência. Não é porque trabalho em casa que trabalho de pijamas e chinelo.

Encontro nutrição para meu aprendizado e criatividade numa soma de fatores importantes. Mantenho sempre um canal aberto com o mundo. Converso com as pessoas, frequento eventos, acabo circulando bastante. No meu trabalho atendo muito telefone, então em alguns momentos tranquilos, o silêncio vira um aliado das minhas atividades preferidas – ler e escrever.

Uma jornada de trabalho facilitada

Minha próxima dica nesta postagem é um desafio na minha jornada. Tenho uma filha de quase dois anos que está numa fase de descobertas e já entendeu que eu estou ao lado. Hoje, conto com uma excelente auxiliar que me ajuda a manter a difícil distância necessária. Para organizar melhor a rotina da casa, trabalho, estou programando sua ida para a escola.

Hoje vejo que é uma maravilha poder abrir abrir a porta e almoçar com as minhas filhas. Consigo me organizar rapidamente se preciso levar uma delas ao médico. Essa é uma das vantagens do home office, a proximidade. Lembro como ficava aflita quando trabalhava longe e demorava para chegar a escolinha para socorrer a mais velha.

As vezes me dou o luxo de volta e meia passar uns minutos com minhas filhas. Sem inteferir negativamente no meu trabalho. É uma vantagem sensacional, e faz uma grande diferença tê-las por perto.

Ainda me pego pensando em como era criticada quando falava sobre o desejo de serempreendedora e ter meu escritório em casa. As pessoas ficavam espantadas, falavam muito sobre como era difícil e que o melhor mesmo era prestar um concurso ou ter um emprego seguro.

Meu espírito empreendedor sempre falou mais alto e eu assumi meu sonho como uma realidade. Hoje aprendo a lidar com os desafios e riscos do meu próprio negócio. Os frutos são sementes e as sementes se tornam novamente frutos. É no semear da melhoria contínua que vou trilhando meus passos.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!
Mantendo a Disciplina no Home Office

Mantendo a Disciplina no Home Office



Mantendo a disciplina no Home Office

Existe um grande obstáculo para quem sonha em trabalhar em casa. Manter a disciplina no home office, que é uma tendência que cada vez mais ganha força no Brasil.

Trabalhar tanto para uma empresa que possua um sistema remoto, ou por si mesmo, a disciplina no trabalho em home office se torna sempre um desafio.

Mantendo a Disciplina no Home Office

Essa questão da disciplina no home office, é que quando as pessoas se deparam com essa barreira, acham sempre que não se adaptarão.

Como todo trabalho, você vai precisar de uma rotina rígida, até mesmo para obter um bom rendimento. Logo, a preocupação faz todo sentido.

Para quem deseja trabalhar em casa e ainda vê essa questão da disciplina no escritório em casa como uma barreira, a equipe do Empreendedores Web pesquisou e oferece abaixo algumas dicas valiosas.

Como manter a disciplina trabalhando em um home office

Para manter uma disciplina não é tão díficil. Existem algumas regras que, se seguidas a risca ajudam bastante a manter a disciplina em um escritório em casa e colocar tudo nos eixos.

Observe sua vestimenta

Sua aparência tem que ser apropriada para a sua atividade. Uma regra básica para o seu home office é tratá-lo como um ambiente de trabalho e não apenas um “espaço para trabalho”.

Não há nada de natural sentar a mesa de trabalho de pijamas. Vista-se com toda a reverência que um trabalho sério exige, como num local formal.

Organização

Organização é chave para a disciplina em um home office. Defina prazos, etapas de execução, tarefas, organize suas ideias para que você alcance suas metas.

Tente organizar as tarefas que precisam de mais atenção em horários que você se sinta mais produtivo(a). E aquelas que são mais fáceis de serem resolvidas em dias mais agitados, onde sua concentração será menor.

Pontos de distração

Por muitas vezes é fácil perder a concentração se há uma televisão ligada ou crianças brincando perto do ambiente de traalho. Ter um escritório em casa tem suas vantagens, mas é preciso se cuidar para que essas distrações não comprometam sua produtividade.

Uma das mais temidas armadilhas para os empreendedores que resolvem trabalhar em casa, é achar que, se dar o luxo de ver uma televisão no meio do dia, não vai afetar a produtividade. Quando se dão conta, estão com um monte de trabalho acumulado no home office.

Tenha limites

Algo que muito se confunde é sobre a flexibilização de horários. É necessário estabelecer horários no seu home office. É certo que há uma vantagem em casos especiais, mas não é por isso que você vai trabalhar a hora que você quiser.

A rotina é aconselhável. Estabeleça um horário para sua jornada, tanto de início como término. É um erro não ter uma hora para começar e talvez um erro maior ainda, não ter hora para parar.

Seus horários para atender a clientes também devem ser controlados. Não é por que você trabalha em casa que você está 24 horas por dia disponível. Crie horários para esse atendimento, se não a coisa não funciona.

Horário alimentar

Há um erro extremamente comum de quem monta um negócio em casa que é entrar em uma dieta de “sanduichinhos” por não ter tempo para comer. Ou então bagunçar totalmente os horários das refeições.

A disciplina no home office exige uma disciplina para as outras dimensões da sua vida. E isso inclui todo o ritual para suas refeições. Crie hábitos saudáveis. Por exemplo, não coma pendurado no telefone ou na frente do computador.

Uma boa chance para atender clientes são nesses horários. Faça uma alimentação adequada e marque um almoço. Socialize-se.

Informe a família

Converse com a sua família sobre o projeto, as novas condições para que eles também te ajudem a manter a disciplina no home office.

Não adianta você se esforçar se resto da família acha que você está de férias permanente. O trabalho em casa depende não apenas de você, mas de um esforço em conjunto de quem mora com você.

Manter a disciplina no home office é algo que exige esforço para que dê certo, mas não é tão difícil assim.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!
Vantagens do Home Office

Vantagens do Home Office



As Vantagens do Home Office – entre elas horários flexíveis e redução de custos

As vantagens do home office vem seduzindo um número cada vez maior de brasileiros que já veem essa opção como um objetivo profissional.

Montar um home office é uma opção que garante várias vantagens, como redução de custos de infra-estrutura, alimentação, transporte, sem contar com a flexibilidade do horário, entre outras coisas.

Fizemos uma visita no ambiente de trabalho no lar em Porto Alegre e em São Paulo, e esses profissionais nos mostraram as sua opções de acordo com espaço e as necessidades do trabalho em si.

Vantagens do Home Office

Priscila Pasko, jornalista, e Luísa Alves, relação públicas, que decidiram montar o escritório em casa se depararam com o primeiro obstáculo, a falta de um cômodo exclusivo. Por conta disso, o home office foi para dentro do quarto. Priscila optou por colocar a mesa ao lado da janela, por causa da luminosidade.

Para a jornalista, a televisão e o rádio são ferramentas essenciais, já que costuma acompanhar as últimas notícias durante o expediente. A TV foi virada em direção ao escritório e o rádio foi colocado ao lado, já que também é parte do equipamento.

Aliás, uma das vantagens que Luísa vê em trabalhar a partir de casa é justamente ouvir o rádio. O rádio a acompanha desde os tempos de conclusão da faculdade e fica numa estante bem próxima ao seu escritório.

Luísa, além de relações públicas, trabalha com mídias sociais, e precisa estar em várias redes com diferentes usuários, conta que gostaria de uma mesa maior, para que seu computador pessoa e o notebook coubessem.

Já que a relações públicas ainda não pode fazer esta mudança, ela deixou o home office mais com a sua cara. “Bichinhos, badulaques, objetos que remetem a uma coisa mais casa”, descreve. Ela mantém em sua mesa seus instrumentos de trabalho, como o telefone e caneta. Já Priscila não dispensa os bloquinhos de anotações, calendário e a xícara de café – “cheia ou vazia”, ri.

Horário Flexível

A flexibilidade de horário é algo destacado como vantagem de ter um home office pelas comunicadores. Luísa, por exemplo, diz que consegue fazer ioga. “Se precisar ir ao banco, dá para ir e na volta ficar até mais tarde”, completa Priscila.

A maleabilidade do home office é uma das vantagens que resultam em produtividade. A publicitária Márgara Squeff prefere trabalhar a noite e dormir mais pela manhã.

Dois aspectos são levantados por Carolina Vigna-Maru, ilustradora, carioca que vive em São Paulo: as regras do condomínio comercial, “que muitas vezes não permitem a entrada em um domingo às 22h, por exemplo”, e a questão da segurança. “É um estilo de vida que me permite pegar um cinema às 16h com meu filho e trabalhar até 3h depois, horário em que não seria seguro sair de um escritório no centro da cidade”, justifica.

Diferente de Luísa e Priscila, Márgara e Carolina mantiveram o escritório na sala de casa. Para a ilustradora, o cômodo inteiro virou escritório, menos a mesa de jantar. Para a publicitária, montar um escritório em casa implicou até mesmo na forma de escolher o apartamento em Porto Alegre. “Todos tinham só cozinha, banheiro, quarto e sala, e esse tinha uma ‘salinha’ que eu poderia usar exclusivamente para o ambiente de trabalho”, argumenta.

Márgara, para compor seu espaço, usou móveis de sua antiga moradia. O computador e o telefone estão ao lado da janela, por causa da luz, em cima de uma mesa com gavetas. E o escritório ainda conta com mural, plantas para a decoração e uma pilha de livros. Ah, os livros.

Já Carolina, que já teve vários home office nas curvas da vida, nos conta de seu penúltimo espaço. “Eu tinha oito milhões de livros”, exagera, “era quase uma biblioteca com computadores dentro”. O que mudou? O filho.

Trabalho x  Família dentro de casa

Quando Carolina soube que esparava um bebê, teve que fazer mudanças. Reservou um espaço para o pqueno e  precisou mudar o arranjo do escritório. “E espaço de criança necessariamente não é o que você espera em termos de organização, mas eu respeito o ambiente dele e ele respeita o meu”, argumenta.

Desde que o filho foi incluído na rotina do escritório doméstico, a ilustradora conta que junto aos seus instrumentos de trabalho acabava encontrando algum desenho dele.”Hoje ele tem oito anos, tem o computador dele perto do meu, e também cuida com a correria e com a bola, por exemplo, porque não quer que a brincadeira estrague nada dele.”

Perguntamos a Carolina se o filho não atrapalha o trabalho. Ela garante que não, pois faz com que ele entenda que o escritório, apesar de ser em casa, ainda é um espaço de trabalho. Mauricio Domene tem dois filhos, e fez o escritório na edícula de sua casa em São Paulo. Ele acredita que o home office aumenta a interação com os pequenos e diz não há invasão de espaços.

“Tenho tempo de levá-los na escola, de tomar o lanche, almoçamos em família todos os dias, e se trabalho até mais tarde eles passam para me dar boa noite”, enumera.

O músico nos conta que o home office num espaço a parte ajuda bastante por delimita os ambientes. Divide o que é trabalho do que é família. “Necessariamente não precisa ser um cômodo inteiro”, contrapõe, “mas é preciso ter um espaço exclusivo onde você possa deixar a estação montada, deixar os papéis em cima da mesa, por exemplo, sem que isso atrapalhe a rotina da casa”.

Antes da casa, Mauricio tinha o escritório no quarto de empregada do apartamento; quando decidiu se mudar, já procurou um imóvel com uma área para o home office.

Reunião com Clientes

Maurício nos conta que evitar que os clientes passem por dentro da casa, encoraja-os a conhecerem o espaço. No seu home office atual ele tem uma entrada separda, na edícula. Garante que quem visita uma vez gosta tanto que volta.

O espaço foi montado para que dividisse dois ambientes, uma parte para encontros comerciais e outra para o trabalho de cmpositor de trilhas sonoras. Diz ele que “parece uma sala de estar gostosa, com poltronas confortáveis e quadros na parede, um ambiente que inspira criatividade e arte”.

Já Carolina, Luísa e Priscila comentam que suas reuniões são sempre fora de casa. Ou em uma cafeteria ou no escritório do próprio cliente. Márgara ainda recebe alguns clientes em casa, porém só os mais próximos.

Segundo as profissionais, para o contratante é até mais fácil receber o prestador de serviço, pois não há perda tempo com deslocamento – principalmente em cidades grandes.

Custos Menores

Transporte, aluguel, refeições, condomínio, secretária, IPTU são alguns exemplos de custos listados pelos profissionais que as empresas possuem e que, com o home office, são eliminados ou reduzidos. Alguns citam a linha telefônica em alguns casos, mas para outros ainda há preferência por ter um número separado para o trabalho, embora o celular seja a principal forma de contato entre os profissionais e seus clientes.

Desvantagens

“Evito falar que ‘trabalho em casa’, prefiro sempre dizer que ‘tenho um escritório’ em casa”, comenta Priscila. Márgara e Carolina concordam que existe um preconceito com quem tem home office. “Às vezes as pessoas acham que não faço nada, porque não tenho horários fixos”, relata a publicitária. Nem tudo funciona de maneira tão perfeita.

“Parece que existe uma aura de amadorismo com o profissional que trabalha a partir de casa, mas com tempo de estrada hoje já consegui o respeito dos meus clientes, e quem chega até mim sabe que cumpro prazos e tenho a mesma responsabilidade que quem tem uma sala comercial”, afirma a Carolina.

Priscila lamenta a falata de colegas. Segundo ela “mesmo que você passe o dia em contato no MSN e no Gtalk (mensageiros instantâneos), não é a mesma coisa”. A jornalista aproveita quando sai para produzir matérias para conversar pessoalmente.

Carolina usa a flexibilidade de horários para suprir sua necessidade de convívio social. Marca um café ou almoço com os amigos. Ela encontra hora vaga na agenda indo de encontro das pessoas que não possuem o mesmo tempo para se deslocar a outros lugares no horário de intervalo.

Planos de Expansão

Luísa Alves e Márgara Squeff pensam em expandir, levar o escritório para fora de casa, onde consigam manter colaboradores e receber clientes e fornecedores de acordo com o crescimento do negócio.

Já Mauricio Domene não pretende sair do home office, porém ele acredita que possa ser inevitável. A empresa vai bem e é provável que ele precise de mais espaço para o desenvolvimento de suas atividades.

Carolina Vigna-Maru, ilustradora, tem outros planos. Ela pretende separar o escritório da sala, colocando-o em uma edícula, mas não pensa em sair de casa.

Ela escolheu o atual apartamento por causa da escola do filho, mas segundo ela o pequeno vai “logo” mudar de colégio e a família deve procurar outro imóvel.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!
Como montar uma franquia em casa – franquia home based

Como montar uma franquia em casa – franquia home based



Como montar uma franquia em casa – franquia home based

Ultimamente o sonho de montar uma franquia em casa tem sido o sonho de muita gente, principalmente nos grandes centros urbanos.

Cada vez mais gente busca o modelo de como montar uma franquia em casa, ou franquias Home Based, para virar dono do próprio negócio.

Como montar uma franquia em casa - franquia home based

O formato ficou popular com o crescimento das microfranquias, negócios que exigem investimento de até 50 mil reais e não obrigam a contratar um ponto comercial.

Montar uma franquia em casa é um negócio para quem quer trabalhar. Em geral, são pessoas com atividade profissional liberal que percebem que é difícil vender como pessoa física. “Este modelo serve como porta de entrada para o sistema de franquias.

Quem colocar gente para trabalhar fatura mais e depois acaba indo para um lugar maior para tirar do lar a interferência”, conta o executivo.

No grupo Pro Franquias, você encontra diversos tipos de franquias, com baixo investimento e com retorno médio de 20% a 30% e payback de seis meses. Um franqueado mais profissional, pode ter um retorno ainda mais rápido e faturamento bem acima damédia.

Montar uma franquia em casa é um negócio que exige uma estrutura mínima. Computador, conexão com internet banda larga, impressora, telefone que não seja o mesmo da residência e, sempre que possível, uma porta.

“Precisa separar a rotina do lar da rotina do escritório, por isso, tenha horário de trabalho definido e mantenha a porta do ambiente fechada para evitar interferências”, ensina Imperador.

Foco é essencial para quem quer ter uma franquia em casa

A disciplina é o grande desafio para conseguir montar a franquia dentro de casa. “Tem que ter disciplina para trabalhar em casa. Se for desorganizado em relação ao tempo, vai ter dificuldade. Precisa ter uma rotina de trabalho mesmo estando em casa”, sugere Claudia Bittencourt, da consultoria de franquias Bittencourt.

O primeiro passo é se treinar para perceber a distração. “Isso acontece quando você passa a ser solicitado por coisas fora do negócio”, ressalta Imperador. Por isso, um dos investimentos da franquia nos novos empreendedores é em treinamento, inclusive para aprender a ficar mais concentrado.

Serviços dominam as opções de franquias em casa

As franquias que podem ser instaladas em casa são, na maioria, de prestação de serviços. “Dá para vender produto, mas o foco é na venda de serviço”, diz Claudia. Entre as áreas mais comuns estão TI, com a venda de softwares, agências de turismo, reforço escolar, cuidados para idosos, imobiliárias e serviços de beleza. “São negócios que o rendimento serve como complemento de renda. Não tem resultado muito alto”, diz Claudia.

O modelo de franquias em casa permite que as pessoas com baixo investimento invistam em ter uma franquia, que sempre foi um tipo de negócio menos acessível. Existem diversas franquias baratas que oferecem um alto retorno. “O franqueado é um perfil emocional, ou seja, é um empreendedor que não se sente seguro em montar um negócio próprio do zero”, define Imperador.

Mesmo uma franquia em casa deve crescer

O franqueado tem que estar preparado para crescer e passar a funcionar fora de casa, em um ponto tradicional”, explica. Para ele, chega um momento em que a franquia invade a residência de tal forma que o melhor é mudar de local de trabalho.

Agora que você já sabe sobre as opções para montar uma franquia em casa, é hora de escolher a sua.


VEM EMPREENDER COM A GENTE - CLIQUE AQUI!